RACISMO INSTITUCIONAL NA PRÁTICA PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM: SIGNIFICADOS, VIVÊNCIAS E ENFRENTAMENTO / INSTITUTIONAL RACISM IN NURSING PROFESSIONAL PRACTICE: MEANINGS, EXPERIENCES AND COPING

Vinícius Brito de Souza, Fernanda Martins Silva, Tiago Anderson Machado Teixeira, Gabriela Fernandes da Silva, Eloise Pelissari Rocha, Patrícia Bossolani Charlo

Resumo


Objetivo: compreender os significados, as vivências e as estratégias de enfrentamento presentes na prática profissional da equipe de enfermagem face ao racismo institucional. Métodos: estudo descritivo exploratório, de abordagem qualitativa, realizado em um município do Noroeste do Estado do Paraná, exclusivamente na Secretária de Saúde, no setor de Vigilância Epidemiológica. As entrevistas foram gravadas em áudio, transcritas e submetidas a Análise de Conteúdo, modalidade temática. Resultados: Foi possível compreender os significados, as vivências e as estratégias de enfrentamento presentes na prática profissional da equipe de enfermagem face ao racismo institucional, com base em diferentes categorias: “Significando o racismo institucional”, “Vivenciando o racismo institucional”, “Conhecimentos sobre a política nacional integral de saúde da população negra” e “Estabelecendo estratégias de enfrentamento do racismo institucional”. Considerações Finais: as percepções dos profissionais de enfermagem frente ao conceito de racismo institucional, envolve toda ação de exclusão, provocada por diversos motivos, dentre eles relacionados a raça/cor, aprendizado, cultura e religião. Descritores: Profissionais de Enfermagem; Monitoramento Epidemiológico; Racismo; Enfermagem.

Texto completo:

PDF PDF-ING

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2596-0342