CONHECIMENTO E CONDUTA DE ENFERMEIROS DA ATENÇÃO BÁSICA FRENTE A DOENÇA HIPERTENSIVA ESPECÍFICA DA GESTAÇÃO / KNOWLEDGE AND CONDUCT OF NURSES OF BASIC CARE IN FRONT OF SPECIFIC HYPERTENSIVE DISEASE OF PREGNANCY

Isabelle Leopoldino Oliveira, Leticia Cristina Santos, Dayse Gomes Nascimento, Viviane Cazetta de Lima Vieira

Resumo


Objetivo: identificar o conhecimento e a conduta do profissional enfermeiro frente à Doença Hipertensiva Específica da Gestação.

Métodos: estudo descritivo, de natureza qualitativa, realizado com enfermeiros atuantes em Unidades Básicas de Saúde em um município do Sul do Brasil. Os dados foram coletados em julho de 2017, e analisado segundo o referencial metodológico de Bardin.

Resultados: Foram entrevistados 13 enfermeiros com no mínimo dois anos de atuação na rede básica de saúde. Da análise das entrevistas emergiram duas categorias: “Conhecimento do enfermeiro frente a Doença Hipertensiva Específica da Gestação” e “Conduta dos enfermeiros frente às gestantes com Doença Hipertensiva Específica da Gestação”.

Considerações finais: Conhecer as condutas do enfermeiro frente as doenças hipertensas gestacionais é fundamental, uma vez que compete a este profissional realizar as consultas de pré-natal e acompanhar, por meio da Estratégia Saúde da Família, todas as gestantes da sua área de abrangência assegurando um acompanhamento pré-natal qualificado e integral, minimizando os riscos de complicações.

Descritores: Enfermeiro; Saúde Pública; Hipertensão Induzida pela Gravidez.


Texto completo:

PDF PDF-ING

Referências


Nóbrega MF, Santos MTBR, Davim RMB, Oliveira LFM, Alves ESRC, Rodrigues ESRC. Perfil de gestores com síndrome hipertensiva em uma maternidade pública. Rev Enf UFPE online 2016; 10: 1805-1811. doi: 10.5205 / 1981-8963-v10i5a13560p1805-1811-2016

Staff AC, Redman CW, Williams D, Leeson P, Moe K, Thilaganathan B. et al. Global Pregnancy Collaboration (CoLab). Pregnancy and long-term maternal cardiovascular health: progress through harmonization of research cohorts and biobanks. Hypertension 2016;67:251-60.

Silva PLN, Oliveira JS, Santos APO, Vaz MDT. Cuidados pré-natais e puerperais às gestantes de um centro de saúde de Minas Gerais quanto ao risco de pré-eclâmpsia: aspectos clínicos, nutricionais e terapêuticos. J. Health Biol Sci.2017; 5(4): 346-51.

Vieira ARA, Silva MB, Vieira VCL. Percepção da gestante sobre o atendimento recebido após descentralização da atenção pré-natal. Rev Par Enferm [Internet]. 2018; 1(1): 59-69. Disponível em: http://seer.fafiman.br/index.php/REPEN/article/view/470/484

Medeiros AL, Santos SR, Cabral RWL, Silva JPG, Nascimento NM. Avaliando diagnósticos e intervenções de enfermagem no trabalho de parto e na gestação de risco. Rev. Gaúcha Enferm. 2016; 37(3): 1-9.

Bardin L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2016.

Silva A, Sampaio AS, Santos DTR. Atuação do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família para prevenção da hipertensão gestacional. Rev Jur Uniandrade. 2017; 26(1): 1450-57.

Alexandre LAC, Sousa GP, Silva LA, Neto CN, Costa AAR. Fatores associados às síndromes hipertensivas em puérperas internadas no hospital Do Malan em Petrolina-PE: estudo caso-controle. Revista Mult. Psic. 2017; 11(37): 329-47.

Flannery C, McHugh S, Anaba AE, Clifford E, Riordan MO, Kenny LC et al. Enablers and barriers to physical activity in overweight and obese pregnant women: an analysis informed by the theoretical domains framework and COM-B model. BMC Pregnancy and Childbirth. 2018; 18(178).

Kerber GF, Melere C. Prevalência de síndromes hipertensivas gestacionais em usuárias de um hospital no sul do Brasil. Rev Cuid. 2017; 8(3): 1899-906. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v8i3.454 .

Camillo BS, Nietsche EA, Salbego C, Cassenote LG, Osto DSD, Bock A. Ações de educação em saúde na atenção primária a gestantes e puérperas. Rev enferm UFPE on line. 2016; 10(6): 4894-4901.

Santos, Veiga P, Andrade R. Importância da anamnese e do exame físico para o cuidado do enfermeiro. Rev. bras. enferm. 2017; 64(2): 355-358.

Vieira VCL, Barreto MS, Fernandes C, Scochi MJ. Análise da assistência pré-natal em municípios de diferentes portes populacionais do Paraná. Cienc Cuid Saude 2016; 15(1):125-132

Lima VKS, Hollanda GSE, Oliveira BMM, Oliveira IG, Santos LVF, Carvalho CML. Educação em saúde para gestantes: a busca pelo empoderamento materno no ciclo gravídico-puerperal. Rev Fun Care Online. 2019; 11(4): 968-975.

Oliveira GS, Paixão GPN, Fraga CDS, Santos MKR, Santos MA. Assistência de enfermeirs na síndrome hipertensiva gestacional em hospital de baixo risco obstétrico. Rev Cuid. 2017: 8(2):1561-1572.

Kebian LVA, Acioli S., A visita domiciliar de enfermeiros e agentes comunitários de saúde da Estratégia Saúde da Família Rev. Eletr. Enf. 2014; 16(1):161-9.

Chaves APB, Mesquita SKC, Ramos DKR, 2014. Doença Hipertensiva Específica da Gestação: conduta de enfermeiros em Unidade Básica de Saúde. Rev Univ Vale Rio Verde. 2014; 12(1): 648-654.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2596-0342